header
header

 

O Projeto Garoupa tem como objetivo a conservação da garoupa verdadeira no Brasil. Esta espécie está globalmente ameaçada de extinção devido à pesca e à perda de habitat. No Brasil, pouco se sabe sobre sua ecologia e níveis populacionais para que se possa determinar medidas efetivas para a sua conservação.

Como primeiro passo para reverter esses efeitos, o projeto possui os seguintes objetivos:

  • Ampliação da base de conhecimento sobre a ecologia da espécie
  • Avaliação de maricultura da espécie como ferramenta de reposição de populações degradadas
  • Educação ambiental participativa como ferramenta de suporte na conservação da espécie e de seu habitat

Para a realização dos objetivos acima, o projeto possui as seguintes linhas de pesquisa e áreas de atuação:

Linhas de Pesquisa

  • Ecologia de ecossistemas marinhos
  • Distribuição da ictiofauna marinha da Região Sudeste do Brasil
  • Extensão territorial da garoupa verdadeira
  • Conservação da garoupa verdadeira

Locais de Atuação

Esse projeto atua nas regiões costeiras do norte do estado de São Paulo ao centro estado do Rio de Janeiro, cobrindo áreas pouco impactadas ambientalmente, áreas degradadas e áreas de ressurgência. A sede do projeto está localizada em Ilhabela, uma área de proteção ambiental marinha no litoral norte do estado de São Paulo. Esta região foi delineada como uma APA em 2008 e abrange uma área acima de 316.000 ha, onde há uma população estimada de 350.000 habitantes, dependente economicamente da pesca e do turismo. Mais especificamente, os locais de atuação desse projeto são:

  • Litoral Norte do Estado de São Paulo - Município de Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba (mapa).
  • Litoral Sul do Estado do Rio de Janeiro - Município de Parati, Angra dos Reis, Mangaratiba e Itaguaí (mapa).
  • Litoral Centro do Estado do Rio de Janeiro - Município de Arraial do Cabo, Armação de Búzios e Cabo Frio (mapa).